Ilusão



Ele chegou lento, desconfiado
Trazia consigo uma alegria dadivosa
Trouxe no sorriso estampado
O branco de uma certeza duvidosa

Acreditei na sua cor... Um brilho cego
Seu ar de inocência a conquistar
Inflando-me o peito... Puro ego
Não previ a dor futura ao te amar.

Procurei por tanto tempo, amor algoz
Ansiosa, Mergulhei em tuas águas
Fui tomada de uma forma tão feroz
Entreguei-me à ilusão de corpo e alma

E agora te conheço e te rejeito
Recupero uma esquecida realidade
Decidi não me entregar mais desse jeito
O amor próprio traz consigo a dignidade




Gil Façanha

Comentários

Poeta Insano disse…
Olá Gil!

''O amor próprio tráz consigo a dignidade''

Disse tudo!
Amar a sí próprio é essencial para poder oferecer aos demais o amor.

Um abraço!
Você sempre tem as palavras certas pra tudo! Muito lindo Gil! Beijos amiga Gil, tenha um ótimo fim de semana!

Postagens mais visitadas