Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

domingo, 20 de setembro de 2009

Prazerosa solidão



Realmente são as coisas mais simples que me fazem feliz. Hoje tive um dia maravilhoso diante da união perfeita e luminosa do sol com o mar.
O brilho que refletia na água e ofuscava meus olhos, parecia estar ali para dar um caloroso bom dia.
Há muito desejava esse encontro solitário, e por duas horas pude curtir esse aconchego... Prazerosa solidão. Desta vez não fui a lugar algum, não pensei em problemas ou sonhos, apenas estive lá, admirando, sentindo aquele calor que revigora a energia da mente e do corpo.
Curtir a própria companhia é uma arte que preciso aperfeiçoar. Senti-me leve, livre, podendo dentro do meu escolhido silêncio, simplesmente ser EU... Sem necessidade de explicações ou razões.
Não procuro agora fazer poema ou alcançar rimas. Ainda estou no mesmo clima de simplicidade que meu despretensioso encontro com o mar me proporcionou. Faço aqui apenas um depoimento pra dizer que acabo de descobrir que estar bem acompanhada é maravilhoso... E que às vezes, não há melhor companhia que você possa ter, do que você mesmo.


Gil Façanha

sábado, 19 de setembro de 2009

"Aquela saudade"



Essa noite eu sonhei com você.

Tentei lembrar teu nome na ânsia de te pedir pra ficar.

Reconheci aquele sorriso franco que me transmitia paz...

Reconheci aquele olhar cheio de dedos que me queria demais.
Pude sentir aquela energia que acelerava meu coração...

Pude ver em tuas atitudes, qual a tua razão.
Senti uma dor no peito, tão forte que foi até maldade...

Neste exato instante, gritei teu nome... Te chamei de saudade.


Gil Façanha

domingo, 13 de setembro de 2009

Confiar...

Deus me trouxe até aqui e deixo em suas mãos o meu destino. Não sei onde ele me leva, só sei que irei chegar. Às vezes é difícil “apenas” confiar... Dizem que isso é o mistério da fé. Acreditar em algo que você não vê e esperar por algo que você ainda não sabe o que é.
Tantas vezes já parei a beira do caminho e me perguntei o que andava fazendo da minha vida! Nunca encontrei uma resposta. Talvez por que quando isso acontece, eu esteja lotada de ansiedade, curiosidade, as vezes até angustiada por não conseguir nem mesmo imaginar onde vou chegar de acordo com as decisões que penso em tomar. Preciso acreditar mais na sabedoria Divina.
Decidir é difícil. Principalmente quando algo dentro de você te segura pela alma e parece mesmo GRITAR “não vá por aí”. Nesses momentos eu paro e tento ouvir algo mais... Ilusão... Solidão de situação... Sabe como é? Ninguém com quem conversar, até porque ninguém entenderia mesmo. Tudo o que sinto é uma grande imposição da palavra FÉ... Isso é tudo o que me resta. Não há garantia em nada nesta vida. Tudo o que se decida fazer poderá te levar a milhares de outras situações que podem ser melhores ou piores. A questão é quanto você está disposto a arriscar e qual a recompensa que te aguarda do outro lado... Quando existe alguma. Mas e quando você não tem nenhum sinal? Ninguém te diz nada, todos se calam, se afastam como quem diz “o problema é seu e é só você e Deus”. Bom, na verdade acho que é isso... Neste mundo, o único amigo certo pra todas as horas é DEUS.
Fé é realmente TUDO... O que preciso. Acho apenas que bem que poderia ser mais fácil. Ter essa consciência é simples, difícil é pô-la em prática. Mas se tudo fosse tão simples, que graça teria? Sei lá...
Acho que me perdi em algum ponto e não lembro exatamente onde foi. Já tentei voltar pelo mesmo caminho, mas nem mesmo sei em que ponto comecei. As pegadas se foram... Tem chovido muito por aqui. Algumas tempestades transformam toda a paisagem. Acredito que o que me resta é me adaptar, limpar os destroços, continuar caminhando, esperar e no mais... Confiar.


Gil Façanha

sábado, 12 de setembro de 2009

Viagem solitária



Uma viagem solitária ao fim da tarde... A imaginação me traz um cenário já visitado, sensações já vividas.


Refaço antigos percursos, adentro em ambientes ardentemente desconhecidos, vou onde quero.


Me surpreendo ao descobrir novas portas que se abrem suavemente ao toque das minhas mãos.


Novas sensações me consomem em uma rápida e delirante explosão que me aquece o corpo inteiro.


Solitária e ardente descoberta... Respiro fundo... Meu corpo se encontra em um trêmulo silêncio... Enfim, adormeço.
Gil Façanha

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O poema de uma canção



Metade (Oswaldo Montenegro)


Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio

que a morte de tudo em que acredito não me tape os ouvidos e a boca

porque metade de mim é o que eu grito mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe seja linda ainda que tristeza

que a mulher que amo seja pra sempre amada mesmo que distante

porque metade de mim é partida mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor

apenas respeitadas como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos

porque metade de mim é o que ouço mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço

e que essa tensão que me corrói por dentro seja um dia recompensada

porque metade de mim é o que penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável

que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso que eu me lembro ter dado na infância porque metade de mim é a lembrança do que fui a outra metade não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria pra me fazer aquietar o espírito e que o teu silêncio me fale cada vez mais

porque metade de mim é abrigo mas a outra metade é cansaço. Que a arte nos aponte uma resposta mesmo que ela não saiba e que ninguém a tente complicar

porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer

porque metade de mim é platéiae a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada porque metade de mim é amor

e a outra metade também.

Search box

Related Posts with Thumbnails