Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

domingo, 24 de outubro de 2010

Na veia



Virou vício estar em teus braços
Todas as noites te amar como açoite,
E te cansar de prazer

Virou vício te olhar olho no olho
Me encaixar em teu corpo e ser só de você

Quero sim, esse viço que virou vício em mim.
Entra em minhas veias, 
tece em mim tuas teias
E me prende em você


Ah, meu vício, doce mania de te ter
Ser tua da noite ao amanhecer
Dessa química me entorpecer
Sem pensar em me arrepender

Gil Façanha

Um comentário:

Monica Pamplona disse...

Que poema lindo Gil.O vício de estar com alguém e querer esse alguém.Mas cuidado, - o vício faz mal a saúde!
MÔNICA

PS- Não consigo seguir ninguém.Estou com problema em minha senha.Mas logo resolverei.Ha muito queria abrir seu blog,somente agora consegui.

Search box

Related Posts with Thumbnails