Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Teu adeus



Hoje a palavra acordou em branco,
A voz despertou em silêncio.
Hoje a emoção está distorcida nesse eco,
Ricocheteando nas paredes de um vazio que me encara.
Hoje o sol cansado se cobriu de nuvens,
E a chuva teima em açoitar meu dia.
Hoje me falta aquele sorriso franco, sincero,
Que me foi roubando pelo teu adeus, como eu temia.


Gil Façanha

2 comentários:

Denise Oliveira disse...

um adeus tem tanto domínio sobre nós que chega a assustar...
lindo poema,apesar de triste...

beijos Gil *--*

Luciana Saldanha disse...

Levei comigo e postei no meu blog1 pois é lindo demais bjs no seu coração Lu

Search box

Related Posts with Thumbnails