Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Poesia na areia




Debrucei-me sobre os grãos...
Brancas cores a viajar nas mãos do vento.
Meus dedos, canetas improvisadas sobre o chão,
Rabiscaram meus profundos sentimentos.

O sol no horizonte, um brilho cego,
Trazia-me de presente a inspiração.
Eu queria a rima certa, puro ego,
E dos meus versos, o mar seria guardião.

Escrevendo como quem desenha a alma,
Fiz-me pintura em letras grandes na areia.
A correnteza me levou em ondas calmas,
E a poesia mergulhou feito sereia.

Gil Façanha

Nenhum comentário:

Search box

Related Posts with Thumbnails