Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Caçador



É bem verdade que era pouco o que eu tinha,
O coração foi tão ingênuo em acreditar.
Em teus abraços depositei a vida minha,
E desejei ardentemente me entregar.

Em noites frias te busquei na luz da lua,
E para mim era a luz do teu olhar.
Contava as horas para poder me sentir tua,
O teu carinho era um convite para amar.

A cada dia uma conquista, uma invasão,
Minha alma se abria a você.
Mas teus gestos, pouco a pouco em contramão,
Revelaram-me o que ninguém podia ver.

Tornei-me vítima da tua podre armadilha,
Eu fui a caça e você o caçador.
Sobrevivi e vou seguindo em outra trilha,
E entre versos vou jorrando minha dor.


Gil Façanha

Nenhum comentário:

Search box

Related Posts with Thumbnails