Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Em busca da tranquilidade



Ela tentava se despir das emoções que há tanto a atormentava. Presa  às ilusões que a acorrentavam ás mais ardentes lembranças, acabara de descobrir que o céu oferecido houvera se transformado em inferno dominado pelas  incertezas que a atropelavam sem dó e com a piedade que a morte teria ao fim dos anos de qualquer mortal. Vivendo as margens das boas intenções ela se perdeu em seus planos e a  fumaça daquele fogo que  possuía sua pele, fez seus olhos derramarem litros de tristeza camuflada e por tantos desprezada. Talvez por ser uma tristeza desconhecida, velada. Visitando solitariamente os mesmos lugares onde aquela tristeza a levava, sentia como poderia ser uma vida moribunda, cercada de saudades... A saudade também dos tempos mais tranquilos, restando-lhe apenas a ilusão de que houvera, outrora, conhecido o real sentido da felicidade.  Doce e amarga ilusão que  acorrenta ao chão fazendo-a pisar em gelo escorregadio. As asas que sua imaginação lhe dera fizeram-na ir aos confins do mundo dos seus sentidos. Conheceu todos os limites de seus desejo e anseios, porém suas asas não a levaram a certeza alguma. Agora busca um campo aberto e florido onde possa descansar as mesmas asas já há muito desgastadas, revelando a necessidade de pousar onde o seu destemido, porém cansado coração possa tranquilamente se apaixonar.
Pobre menina moça que se auto denomina "pura emoção"... Ainda vive a buscar conter seu coração.

Gil Façanha

Um comentário:

Ni ... disse...

Ah... o coração é impossivel de se conter...

Beijo

Search box

Related Posts with Thumbnails