Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Sentimentos


Não dá pra ver, descrever qual há de mais intenso, esquecer (posto que esteja em mim), separá-los do meu corpo, desviá-los sem riscos de acabar represando... Conseqüentemente, a qualquer momento... Transbordando.
Estou falando de sentimentos como o amor. O amor que se conquista, ou o amor que te pega de surpresa. Estou falando da dor. A dor que deixa marcas, que te deixa igual gato escaldado, que faz temer o próximo passo, que é professora das futuras decisões.
Estou falando da saudade doida... Que nem o tempo consegue apagar. Tempo que te ensina que muitas coisas não se podem mudar, mas que podem ser aprendidas, sentidas sem que te façam chorar. Estou falando da verdade que se esconde no olhar, no sorriso, mas que vem a tona quanto o sentimento é real. Estou falando da força de superar a sensação de um sentimento fracassado, facilmente substituído, esquecido... Estou falando da coragem de seguir em frente, da dificuldade em continuar... Olhando pra trás... Desejando o que ainda não veio... Apenas caminhando.
Os sentimentos estão aqui, dentro de mim... E se não posso superá-los, ao menos aprenderei a caminhar com eles. Sempre em busca daquela tão perseguida sensação de FELICIDADE. Em alguma estrada da vida ela me encontrará... Pra nunca mais me deixar.
Gil Façanha



Nenhum comentário:

Search box

Related Posts with Thumbnails