Nascer poeta



Buscando entender o prazer que sentia ao descrever suas mais intensas emoções, concluiu que ela mesma, só poderia ter nascido do encontro de dois amantes, que buscando rimas perfeitas, uniram seus corpos em versos dando origem a poesia da vida.
Não havia como não nascer poeta!

Gil Façanha

Comentários

Roberta Galdino disse…
oi adorei teu blog
te sigo
me visita e segue?
bjos

http://rgqueen.blogspot.com/
Roberta Galdino disse…
eita
kkk'
nem tinha prestado atenção nos números
bem que merece um prêmio não é?
pode ser que ocorra
kk'
bjos querida
e obrigada
Poeta Insano disse…
Preciso dizer que tá perfeito?
Não?
Mas eu digo, perfeito!
A poesia da vida...
Muita inspiração nessas poucas palavras. Um abraço!
Caio *-* disse…
Olá, estive visitando seu blog e adorei a poesia que você escreveu no blog do poetas insanos. Sou seu novo seguidor.

Quando puder, de uma passadinha em meu blog

realidade03.blogspot.com

Beijos,
Caio
MARILENE disse…
E que poeta nasceu!!!! Fiquei encantada com seu jeito de escrever. Vi um poema seu lá no POETAS INSANOS e não resisti. Aqui estou para parabenizá-la.
Bjs.
Catia Bosso disse…
Que descrição perfeita para continuidade do que li lá no blog do Insano, no seu post anterior...

Adorei seu espaço e ja fiquei!

BJ

Catita

Postagens mais visitadas