Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

sábado, 10 de julho de 2010

Minha alma


Sou uma alma transpassada por flechas de emoções, ferida pelas razões que me algemam a uma certeza duvidosa, afligida pelo tempo que me consome em uma espera sem fim e inexplicável. Sinto-me por hora, destruída pelas tempestades, em meio a sonhos que construo sobre uma base fisicamente forte... Sentimentalmente frágil.
Sou eu... Apenas uma pobre alma que luta, tropeça, cai e se abala, mas ainda não desistiu da busca.

Gil Façanha

4 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Que a busca esteja sempre na sintonia do estímulo e nunca na do abatimento.
Cadiho RoCo

Ni ... disse...

E sempre vai se levantar...

Beijo e mais beijos

Karinna* disse...

*Redemoinho da tua alma toca a fronte da minha.
Tangível, tua palavra é quase sensação na minha derme.
Empatia pura sinto!
A exuberância da tua escrita desnuda o sentimento, a fímbria pulsante da alma.
O desassossego é alavanca para nós, sensíveis pessoas.
Beijos de intensa admiração e muito carinho
Karinna*

Um Cantinho para Sonhar disse...

Que coisa mais linda!!!
A leveza de tuas palavras brotam sempre desejos de sonhos... A Alma sobrevive sempre, para sempre, em busca dessa espera sem fim.
Ler-te é voar sem precisar de asas, isso tudo me encanta!

Beijos no ♥!

Search box

Related Posts with Thumbnails