Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

sábado, 1 de maio de 2010

Procurando... Me.



Dentro dessa desorganização mental, parece-me que procuro algo que não lembro onde coloquei, ou mesmo se guardei! Será que joguei fora achando que nunca me seria útil? As vezes isso acontece! Aí a vida nos traz um momento que te faz lembrar que você tinha algo que te seria útil agora, mas você se desfez por ser imediatista demais. Já revirei as caixas, gavetas, olhei no armário e até na minha caixinha particular, onde guardo, em segredo de cofre, alguns impagáveis valores. Não está lá! Não lembro onde deixei ou se algum dia esteve mesmo em minhas mãos. Se ao menos eu conseguisse lembrar do que estou procurando! Só sei que está fazendo falta. Machuca com ponta afiada, como se não me permitisse esquecer o preço da impulsividade, da inconsciência em não ter conseguido imaginar, que algumas coisas que parecem inúteis em certos momentos, podem vir a ser imprescindíveis em outro.
Apareça! Será que vale a pena apelar pra são longuinho? Três pulinhos pagariam o preço desse achado?
Acho melhor parar por hoje. Uma vez, uma amiga achou, quando menos esperava, algo que ela procurava a muito tempo. Quem sabe isso aconteça de novo.
Daqui pra frente, vou valorizar um pouco mais, até as coisas que me parecem em algum momento, sem tanto valor. Quem sabe guardando tudo... Eu não sinta falta de mais nada.

Gil Façanha

Nenhum comentário:

Search box

Related Posts with Thumbnails