Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

domingo, 2 de maio de 2010

Enjoy the silence


O mais louco de você sentir-se amadurecer, é chegar certos momentos em que você se sente um E.T. Derrepente parece que você consegue entender tudo e todos, ao mesmo tempo em que ninguém consegue entender O QUE É você. As pessoas normalmente se assustam com a minha capacidade de completar suas frases, de entender seus pensamentos, suas idéias, suas atitudes (até as que parecem para todos, sem sentido). Eu tenho sentido uma mudança profunda em meu ser. Psicologicamente, espiritualmente, emocionalmente... E nem sempre é fácil lidar com isso, mas eu preciso viver isso. Essa é a MINHA fase. Essa lapidação me causa uma profunda  tristeza em alguns momentos. É muito bom sentir que seus amigos confiam em você, na sua capacidade de compreendê-los, na sua maturidade, sem medo de serem julgados pelo que fizeram ou pensaram, ou disseram... Mas é muito estranho quando é você que precisa de um desabafo, e tudo que está tão claro na sua mente, parece tão sem sentido para os seus amigos. E aí, você só escuta de volta que “isso passa”. Wow... Profundo! Enfim... Ninguém entende o que eu sinto mesmo. É melhor apenas ouvir.

XXXXXXX

É melhor calar o que tenho gritado, pois estou perdendo a voz e ninguém me ouve.
É melhor apagar o que tenho escrito, pois estou perdendo a criatividade e ninguém me lê.
É melhor não tentar desenhar, já que nunca fui boa nisso, e ninguém poderia mesmo compreender.
É melhor esquecer as rimas, as prosas, as poesias, ninguém entende um poeta por aqui.
É melhor buscar a ciência com suas explicações lógicas... Já cansei dos meus próprios gráficos, do mapa já rasgado, o X que ninguém achou.
É melhor não tentar entender pra onde a vida me leva... Onde quer que seja, eu vou.

XXXXXXX

As vezes só conseguimos entender o caminho que estamos percorrendo, quando chegamos ao fim da estrada. Aí olhamos para traz e finalmente, conseguimos compreender o por que de passarmos por tudo o que passamos. Nossa!! Que estrada longa.

Gil Façanha

Nenhum comentário:

Search box

Related Posts with Thumbnails