Sejam bem vindos pra dentro de mim. Aqui, estou expondo emoções, revelando minha alma, compartilhando com carinho... Publicando sentimentos. (Gil Façanha)

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Indefinida Insatisfação




Não sei o que é!
Só sei que aqui está.
É uma sensação invulgar, que implode nas entranhas,
Espalhando uma angústia tamanha que quase não posso suportar.
É um querer sem saber,
Um desapego do agora... uma vontade de ficar... uma aflição pra ir embora.
É qualquer coisa sem definição,
Um trem sem estação,
Ou quem sabe apenas um vagão vazio.
É como estar sob o mais forte sol, e quase morrer de frio.
É ter assunto e não saber como falar,
Estar ao alcance e não poder tocar.
É ter o tema, e não escrever,
É se saber poeta, e não conseguir a poesia conceber.
É como seguir sem direção,
É qualquer coisa indecifrável,
Uma sensação forte, mas que chega de maneira afável.
É saber o que fazer, mas não saber como,
É o tanto faz ser aqui ou acolá...
É qualquer coisa que apenas há.
É algo que me deixa assim:
Sem rumo, sem destino, sem saber como lidar com o que está em mim.


Gil Façanha

Nenhum comentário:

Search box

Related Posts with Thumbnails